Iquad – O Pensador Nicolau Maquiavel e Sua Originalidade

nicolau maquiavel

Nicolau Maquiavel é conhecido como o “fundador” da política moderna. Ficou famoso por sua visão realista sobre o Governo, ao contrário dos pensadores idealistas da época.

Maquiavel estudou latim, ábaco e grego antigo. Tornou-se um historiador, diplomata, músico e poeta. Viveu na época Renascentista, nascendo em 1469 e morrendo em 1527.

Como historiador, Nicolau Maquiavel defendia que a história se repete, e portanto, sua escrita é útil para os homens que são tentados a agir sempre da mesma maneira, evitando que estes cometam os mesmos erros.

Obras de Nicolau Maquiavel

Em http://www.nicolaumaquiavel.com.br (site que versa sobre a vida e obra de Maquiavel) podemos observar que este procurava a união e defesa da Itália. Suas obras eram desenvolvidas a partir desse objetivo, como se vê na sua obra mais famosa: O Príncipe. Maquiavel estava consciente do perigo que uma divisão da Itália poderia causar (deixando-a à mercê das grandes potências), e por isso argumentava a favor da unificação da Itália, com o raciocínio de que um povo só atingirá a prosperidade se estiver unido.

O conceito de Virtú foi introduzido por Maquiavel na tentativa de expressar o nacionalismo dos soldados, em contraposição ao sentimento mercenário que não deveria se sobrepor ao amor pela nação.

Para Nicolau Maquiavel, os seres humanos tentem a repetir a mesma conduta quando esta funciona, mas acabam se moldando a um comportamento inflexível que os faz perder o poder quando a situação muda.

Além de “O Príncipe”, Maquiavel escreveu muitas outras obras, como “Discursos sobre a Primeira Década de Tito Lívio” (comentários e análises sobre a obra de Tito Lívio, autor de “Desde a fundação da cidade”) e “A arte de Guerra” (obra destinada a aconselhar um governante a manter o seu poder).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>